sábado, 30 de abril de 2011

" As forças da mãe natureza e os Desastres Naturais "


Os desastres naturais vem aumentando a sua freqüência deixando marcas de destruição que vem abalando o mundo.

Vivemos em uma delicada interface entre a terra e o céu, na qual grandes forças da natureza, como terremotos, erupções vulcânicas, soerguimento de montanhas, tempestades, inundações, tsumanis, furacões, deslizamentos de terra, geleiras e outros agentes naturais interagem de maneira dinâmica.

Todos esses fenômenos climáticos tiram vidas por este mundo afora e desabrigam milhares de pessoas.

Uma questão de grande complexidade. Por que razão eles ocorrem?
Seria a ação da mão do homem que suga os recursos naturais do planeta sem regras como muitos dizem e nos fazem acreditar ser esse o motivo?

Viver neste Planeta cercado de maravilhas que aos olhos de muitos são desprezadas, são maltratadas, é ignorado criando abalos e desequilíbrios à Natureza é uma triste realidade. Natureza essa que é incansável na luta, com todas as suas forças, para manter viva suas raízes gerando recursos vitais para a humanidade.

Recentemente o mundo ficou estarrecido com o terremoto e posterior tsunami que varreu a costa do Japão. Foram milhares de mortos devido a essa catástrofe é o que as autoridades japonesas informam. Não bastasse o terremoto com magnitude 8,9 na escala Richter, o Japão e o mundo vivem o medo de uma crise nuclear. E para piorar ainda mais a situação japonesa, existe a possibilidade de novos tsunamis atingirem a costa do país asiático.

Estamos seguros? Claro que não estamos. Ninguém está, nem aqui, nem em lado algum. Estes desastres naturais tornaram isto muito claro!

Hoje precisamos compreender como funciona esse ciclo ambiental e abraçar total conscientização da necessidade de preservação do nosso Planeta.

Atualmente ocorrem alterações climáticas e vemos que as estações não obedecem mais um padrão certo. Torna-se de suma prioridade que os países e seus governantes se estruturem e façam planos de atuação e políticas públicas que possam identificar estas vertentes ambientais.

Tem como finalidade amparar a população e evitar tragédias, pois todo conhecimento geocientifico e recursos financeiros disponíveis não servirão de nada se não forem utilizados para monitoramento dos eventos naturais do planeta, de modo a garantir informação segura e proteção a nossa sociedade.

Temos que acreditar nessa nova geração que já nasce consciente de que o futuro depende da preservação da mãe natureza, garantindo um Planeta Saudável e um futuro seguro e digno para toda a humanidade.


RSantos
8ª Edição Jornalística
Tema: desastres naturais
Projeto Creativité
Fontes de pesquisa:
http://www.regiao-sul.pt/noticia.
http://www.eloambiental.org.br/blog/

sábado, 23 de abril de 2011

" A NATUREZA É A VIDA "


A Natureza é a vida
É o Calor do Sol na praia
Que esquenta a areia macia
Que ao mar no leva
para um banho tomar.


RSantos

17a. Edição Foto frase
Tema: Natureza
Imagem de minha autoria

sábado, 16 de abril de 2011

" Deixa-me aqui sozinha "


Toda minha vida eu fui boa, mas agora
Tudo que eu quero é bagunçar
Sei que você está me olhando
Achando que louca estou ficando
Por ficar deitada na calçada
Na esperança de você me salvar.


Prefiro bancar a louca
Do que ficar com raiva
Por ter sido tão boba
Em esperar o dia todo
Por alguém que não me liga
E me trata de qualquer jeito.


Agora sou eu que vou brincar
Muitos encontros vou marcar
E nem vou me importar
Se algum desencontro acontecer
Pois o que quero e poder viver
E feliz me encher de prazer.


Pega seu carro e vá embora
Esqueça-me se você me ama
Desapareça se você me odeia
Deixa-me aqui sozinha
Sentindo o cheiro da grama
Curtindo essa boa vida.


RSantos

11a. Edição Visual
Imagem do Projeto
13a. Edição Musical
Música: Aqui
Pauta Creativité

34a. Edição Poemas
Tema: Desencontro (s)
Pauta Bloínquês