segunda-feira, 30 de agosto de 2010

"Isso é um pedido de casamento?"


Joana  estava chegando em casa depois de um dia de trabalho e ao virar a esquina dá de cara com Vitor, seu companheiro, o que estranhou porque ele nunca chegava a essa hora. 
Antes que pudesse fazer qualquer pergunta ele, rapidamente, ajoelhou-se aos seus pés e como se fosse uma cena de novela segurou em sua mão e perguntou:
- Joana meu amor você aceita se casar comigo?
Ela olhou para ele e começou a rir, achando aquilo alguma brincadeira que os amigos haviam apostado. Continuando a rir ela perguntou:
- Isso é um pedido de casamento? Vitor deixa de brincadeira e vamos logo entrando senão chega algum vizinho e isso tudo vai virar uma fofoca no prédio inteiro.
 "Você está ferindo o meu ego. Eu acabei de te pedir em casamento, e você acha que eu estou fazendo piada." - disse Vitor muito sério e com cara de poucos amigos.
- Tive o maior cuidado de preparar este momento, preparar um jantar a luz de vela, comprar as alianças e você acha isso tudo uma brincadeira?
Joana ficou em silêncio, começou a colocar os pensamentos em ordem e com muito custo a ficha caiu, fazendo com que ela percebesse que era sério mesmo. Seu rosto se transformou, seus olhos se encheram de lágrimas e por mais que quisesse não conseguia pronunciar uma palavra, um pedido de desculpas.
Vitor era o homem de sua vida, compartilhavam uma vida a dois há mais de um ano e seu coração vibrava de tanta felicidade por ter a seu lado sua alma gêmea. Sabia que o havia magoado, mas não queria nem imaginar que ele pudesse sair de sua vida o que a levou a abraçá-lo bem forte e dizer ao seu ouvido:
- Meu amor me desculpe se levei na brincadeira, mas você me pegou de surpresa depois de um dia daqueles de trabalho. Vitor quero dizer somente uma coisinha para você e depois não falo mais nada.
- Fale logo o que você tem para me dizer , disse Vitor olhando firme para ela e a apertando forte em seus braços.
- Sim eu aceito me casar com você, respondeu Joana. Emocionado Vitor abraçou a sua amada confirmando o pedido com um beijo ardente e apaixonado.
Assim ficou marcado um pedido de casamento bem original e que selou para sempre o amor de Joana e Vitor.

Rene Santos


59a. Edição Frase Livro - OUAT

1º LUGAR


Imagens retiradas da NET

"Podem acreditar"


Podem até maltratar meu coração,

que meu espírito ninguém vai conseguir quebrar.

Podem me deixar na solidão,

que o meu coração partido vai cicatrizar.

Podem me deixar chorando,
porque vai aliviar a dor que estou sentindo.

Podem parar de me olhar,
porque não vou meus segredos revelar.

Podem ficar tranquilos,
que não entrarei em delírios.

Podem ter certeza que estou sofrendo,
mas com o tempo vou acabar esquecendo.

Podem acreditar que continuarei a sonhar,
para novamente meu coração voltar a amar.

Rene Santos
Tema: Sentimentos e Realidade


1º Concurso Poetas Bokurtando



59a. Edição Musica - OUAT
2º LUGAR

Imagens retiradas da NET



sexta-feira, 27 de agosto de 2010

"A minha gravidez"
















Mamãe,

Eu estou aqui dentro da sua barriga e gostaria de contar tudo o que sinto por você. Sei que não para o dia todo, anda, abaixa , levanta sempre fazendo um trabalho na casa. Vejo que vai para a cozinha , escuto barulho de água e sei que você está lavando e fazendo comida. Estou curioso para saber porque tem que fazer isso tudo. Escuto quando está conversando com minha irmãzinha que ainda não sabe falar e volta e meia cai no choro. Então pega ela no colo e parece que vai cair em cima de mim e, aqui dentro, o meu espaço fica pequeno. Minha irmãzinha está chorando e pisando em cima de você e parece que não vai parar de chorar , mas de repente fica um silêncio.. .
Fico muito contente quando está esse silêncio e você mamãe começa a cantar: “Nana, nenê, do meu coração...” e aí fico quietinho e descanso um pouquinho também.
Não passa muito tempo e está você começando de novo a caminhar para tudo quanto é lado que fico até meio tonto... escuto barulho e sei que está arrumando a mesa e logo o papai vai chegar.
Escuto a voz dele, está chegando! Vocês estão conversando, mas depois de um tempo começam a falar mais alto e aí começo a escutar uma música e suas vozes  vão sumindo.
Mamãe você fica muito cansada de trabalhar tanto que quando vai dormir  respira bem fundo, faz uma oração e aí pronto já não escuto mais nada, acho que  já dormiu e eu também faço o mesmo.
No meio do sono começo a pensar de que como será quando eu sair daqui. Será que vou poder ajudar você a trabalhar menos? Será que papai vai ficar mais calmo e vai conseguir um bom trabalho para melhorar a nossa vida ? E a minha irmãzinha será que vai chorar menos e ser minha amiga?
Claro que nada disso importa porque o que quero logo é sair daqui e poder ficar no seu colo , quero ouvir as histórias que tem para me contar, quero ouvir suas canções me fazendo dormir. Quero sair daqui e ir trabalhar com o papai . Quero sair daqui e poder brincar com minha irmã.
Quero nascer e viver a vida lá fora e sentir de perto você minha mamãe e saber amar também.
Quero que, quando eu nascer, que o céu esteja cheio de estrelas , que venha o meu anjo da guarda para tomar conta de mim e de você mamãe a quem desejo muita felicidade.
Quero que o árco iris ilumine nossos caminhos e que todos possam vir me conhecer.
Como vai ser maravilhoso aprender a caminhar pela vida e poder chamá-la de “ mamãe”.
Minha querida mãezinha , obrigado por ter me dar a vida, por guiar os meus passos, por me feito tão feliz. “Eu te amo e te amarei eternamente".

Seu filho

Rene Santos


8a. Edição Cartas - Gravidez
Projeto Bloínquês
Imagens retiradas da NET

"Sinto que o nosso amor será para sempre"


'Eu estive assim com tantos outros antes de você, mas eu sinto como se fosse a primeira vez'

Sinto que o amor nasceu dentro de mim controlando todos os meus sentidos
Sinto que não tenho mais como fugir de viver um amor verdadeiro
Sinto o calor, o desejo, a paixão explodir dentro de mim vivendo momento lindos
Sinto a felicidade na palma das minhas mãos deixando tudo muito mais bonito.


Você apareceu na minha vida e foi ficando sem pedir licença
Você foi me encantando, me amando de uma forma tão diferente
Você me envolveu em seus braços, com seus carinhos e beijos ardentes
Você embalou o meu sono me levando no compasso dessa dança.


Quantos passaram pela minha vida antes de você
Quantos me desiludiram machucando o meu coração
Quantos me fizeram sonhar com um grande amor
Quantos encheram de esperança o meu coração.

Sinto que agora vai ser diferente e que o nosso amor será para sempre.



Rene Santos


31a. Edição Musical

(Imagens retiradas da NET)

"Dois corações"


Somos dois corações que se completam
Somos um romance cheio de emoções
Somos almas gêmeas que se amam
Somos uma vida em dois corações.

Buscamos um lugar longe da cidade
Buscamos um lugar sem barulho
Buscamos o nosso paraíso encantado
Buscamos o jardim da felicidade.

Caminhamos sem rumo e nem direção
Caminhamos pelos trilhos do trem
Caminhamos juntos cheios de paixão
Caminhamos apaixonados como ninguém.

Parados sobre os trilhos do trem
Trocamos carícias e beijos
Planejamos nossas vidas juntos
Sem perceber o dia anoitecer.

Rene Santos

4a. Edição - Projeto Entrelinhas

(Imagem retirada da NET)

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

"Então eu vou fazer isso sozinha?


Na vida sem ninguém, sigo sozinha,
na esperança de que no caminho
encontre pessoas interessantes
me ensinando coisas diferentes.


Por entre o verde vejo uma estrada
acompanhando a linha do trem
seguindo uma trilha cercada
de trilhos de ferro sem fim.

Olhando esse caminho abandonado
escuto o barulho do trem
estremecendo a terra de ninguém
e sua sombra se aproximando.


Com os olhos vagos e perdidos
imagino a frente seguir viagem
e alheio aos meus sentidos
vejo meu sonho nessa miragem.

Vem chegando e penso alto:
- Então eu vou fazer isso sozinha?
Levanto os braços dando um salto
fazendo o trem frear como louco.

Entrando no vagão a minha frente
encontro senhores sentados
todos parecem estar contentes
e me alegro de seguir com essa gente.


Aonde iremos chegar?
Não me importa o que acontecerá
nem por onde essa viagem seguirá
e quando e onde vamos parar.

Sigo o caminho da vida
nos trilhos da esperança
de grande encontros e amores
que me embalam em seus corredores.


Sigo essa linda viagem
que transforma a minha vida
ensinando que amar é importante
e que essa realidade é linda.

Rene santos


Participação da Edição Trecho de Musica

(Imagens retiradas da NET)

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

"AS CICATRIZES "


Com as mãos trêmulas e meu coração disparando escrevo estas poucas linhas para me despedir de toda as tristezas e mágoas que me deixastes durante estes anos que convivemos juntos.

Poderia encher este papel só escrevendo sobre quantas vezes sabia que me traias atingindo em cheio o meu coração, mas sofria calada com medo de perder o teu amor, de não mais te ver. Fingia que dormia quando, quase como uma pluma, deitavas ao meu lado exalando ainda o cheiro da noite de pecado.

Fui tua companheira, tua amiga, tua mulher que sempre esteve presente reparando teus erros, escutando teus desabafos, cuidando quando estavas doente, aturando as tuas ressacas e nunca que destes o devido valor a isto. Agora cansei, o tempo se encarregou de acabar com este sentimento que havia em meu coração e quero seguir para uma nova vida longe daqui . Quero seguir sozinha e descobrir coisas novas, sentir vontade de viver, sentir ser amada novamente e começar a olhar para mim procurando recuperar esse tempo que perdi sendo um trapo nas tuas mãos.

Acabou, não quero mais te ver, suma da minha vida. Espero que possa ter tempo para refletir em tudo o que fizestes e olhar para dentro de ti mesmo e ver o quanto és fraco e vazio. O que hoje sinto é vergonha de ter aguentado calada tanto tempo sem reagir. 

As nossas cicatrizes têm o poder de nos recordar que o passado foi real, mas deixo esta casa levando o que é meu de direito e com a certeza absoluta de que não olharei para traz novamente.Seguirei em frente para viver um novo presente e passando a borracha neste triste passado.

Adeus para sempre!




Rene Santos


Edição Frase de filme 
Getty imagens e da google

"Nao tenho pressa . . . "

Não tenho pressa, não tenho plano, não tenho dono
Não tenho ninguém, não tenho nada, não tenho o que perder
Não tenho direção, não sei aonde vou, não sei o que fazer
Não tenho em quem pensar, não tenho ninguém para querer
Não tenho nada para sonhar, não sei qual é o meu caminho.

Quero voltar a amar, quero a felicidade novamente encontrar
Quero esquecer o que passou, quero aprender sem medo de errar
Quero meus erros esquecer, quero o meu caminho encontrar
Quero a vida recomeçar, quero todos os meus sonhos realizar.

Não tenho pressa e cheia de esperança minha vida vou seguindo
Não tenho pressa e sei que em algum lugar o  amor vou encontrar
Não tenho pressa e quando esse dia chegar minha vida terá sentido
Não tenho pressa porque o meu coração voltará novamente a amar.

Rene Santos

58a. Edição - Frase de música
Projeto OUAT

Imagens retiradas da NET

sábado, 21 de agosto de 2010

"Os meninos descalços"

Foto retirada do site Deviant Art


Numa manhã de chuva seguem os meninos pelo asfalto
Caminhando para a escola contando suas aventuras
Quis o destino que um caminhão desgovernado
Brutalmente os arrastassem arrancando suas vidas.

Momentos de dor e tristeza deixaram marcas profundas
Restando no asfalto os pares de seus sapatos
Deixando descalço os sonhos desses meninos
Mantendo vivo o reflexo de suas almas.

Naquele lugar ficou através dos anos
Marcado para sempre essa triste história
Surgindo uma lenda de que em dias de chuva
Os meninos surgem para verem seus sapatos.

Rene Santos
24a. Edição Projeto Palavras MIL

(Imagem retirada da Net)

sábado, 14 de agosto de 2010

'um amor que deixou raizes"

Foto retirada do Tumblr

Tudo aconteceu muito rápido, um beijo roubado que ainda sentia em seus lábios, até as palavras de desejo e amor sussurradas ao seu ouvido. Sabia que era comprometido e sentia medo, faltava coragem para aceitar aquela situação.

Naquele dia ensolarado os seus olhos cegaram e foi envolvida por aquelas palavras ardentes que saiam daqueles lábios sedentos de desejo que fizeram seu corpo explodir de paixão. Já sem forças para lutar contra esse sentimento que dilacerava suas entranhas, esqueceu tudo e deixou-se levar por suas emoções e saborear cada pedacinho daquele momento.

O tempo passou e ficou na memória a lembrança daquela noite, daqueles beijos, do seu olhar, do seu cheiro, dos seus cabelos, da sua pele, do calor do seu corpo. Viveu um momento único de um grande amor que deixou raízes que só agora tomara conhecimento. Estava grávida e isso a deixava sentir tamanha felicidade, mas por outro lado enchia seu coração de insegurança por ter que assumir tudo sozinha.

Sabia que esse filho não tinha sido planejado, mas estava ali e não podia evitar os seus sentimentos. Tinha a certeza de que ela não se preocupou para que isso não viesse a acontecer, mas independente de qualquer coisa tinha a obrigação, principalmente por aquele ser que estava em seu ventre, de pelo menos comunicar ao pai.

Como poderia chegar até ele sem que todos percebessem? Trabalhavam na mesma empresa e desde aquele dia nunca mais ele sequer tentou olhar para ela.
Preparou uma carta explicando o que estava acontecendo e pedindo que se encontrassem para combinarem o que fosse melhor para os dois.

Aproveitou que se encontraram no elevador e entregou o envelope em suas mãos olhando firme em seus olhos e sem dizer uma só palavra.

Passaram-se alguns dias e quando estava chegando a sua casa teve a surpresa de ver entre as correspondências uma carta para ela sem remetente.
Cheia de curiosidade abriu rapidamente e devorou palavra por palavra, linha por linha e a cada fôlego seus olhos ficavam arregalados e seus lábios pálidos.
Havia algo escrito ali, simples, claro e desconhecido. Só três frases. Ela as leu e sentiu o mundo balançar.
Três frases simples, duras e cruéis que partiram seu coração em pedaços que soavam repetidamente em seus pensamentos.
- Não podemos assumir este filho e diga quanto precisa que eu te mande para dar um fim neste assunto.
- O que aconteceu foi uma coisa de momento e você sabia disso e devia ter se protegido e evitado que isso acontecesse.
- Estou sendo transferido para a filial do Canadá e a minha viagem já está marcada para o mês que vem e preciso que me respondas o mais rápido possível.

Foram três facadas em seu peito, mas respirou fundo e procurou se controlar. Existia uma criatura que seu coração batia docemente dentro dela e foi isso que deu forças para aceitar a realidade dos acontecimentos.

Tinha a certeza de seu amor por ele, mas não era correspondido. Pensava tristemente que "Se um homem quer você, nada pode mantê-lo afastado. Se não, nada pode o fazer ele ficar" e foi isso que aconteceu.
Rene Santos 
23a. Edição Projeto Palavras Mil

(Imagens gettyimages e da NET)

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

"Ser pai por pequenos momentos"


  
Mais um final de semana que passou tão rápido e já está na hora de levar meu filho de volta para a casa de sua mãe. Como me tortura esse momento que tenho que sufocar para não fazer que meu pequenino perceba. Chego nesta estação de trem, em pleno final de tarde domingo, onde não se encontra uma alma viva. Aguardo à hora da saída do próximo trem enquanto isso aproveito esses últimos minutos para curtir meu filho.

Ele adora que eu conte histórias de super heróis o que procuro ter sempre uma na ponta língua para que goste e fique empolgado fazendo mil perguntas sobre o Maravilhoso Herói. Um herói que tem super poderes, que salva todo mundo, que ajuda a todas as pessoas e castiga aqueles que fazem o mal.

Como pai procuro criar um ambiente saudável e cheio de amor para ele e deixar uma boa imagem do que é a vida. Nos dias de hoje as crianças absorvem informações desde o momento em que nascem, e é dos pais que os filhos obtém maior parte dessas informações.

Infelizmente o meu casamento com sua mãe não deram certos e não quero estar aqui falando quem foi o culpado porque desse relacionamento, desse amor que existiu , nasceu o nosso filho e somos responsáveis pelo seu aprendizado que é de suma importância.

Coube a mim, como pai, alguns finais de semana por ano para poder conviver com ele e que acho tão poucos momentos para o tanto que tenho para mostrar e ensinar para ele. Cada final de semana que passamos juntos não paramos, vamos jogar futebol, vamos à praia se não chover, vamos ao cinema, ao parque e algumas vezes até tem uma festinhas de aniversário que tenho a alegria de levar e poder curtir a felicidade de vê-lo no meio dos coleguinhas e naquela euforia com as brincadeiras.

Chega à hora de o trem partir e seguimos nossa viagem e quando chegar à estação onde mora ele vai encontrar sua mãe de braços abertos esperando.
Seguirei minha viagem de volta sozinha, um pouco triste por não ter mais aquela mãozinha para segurar, não ter sua companhia, mas carregando este filho com muito amor no meu coração.

O tempo vai passar, ele vai crescer, vai criar sua independência e sempre sabendo que tem duas casas para ficar, mas quero que saiba sempre em qual estação ele poderá encontrar este seu pai que sempre estará lá para a hora que precisar.

Rene Santos
 28a. Edição Visual
Projeto Bloínquês


(Imagens retiradas da NET)

"Pai to deixando de ser um menino"


"Pai to deixando de ser menino."

Minha barba já está aparecendo
Meu corpo cheio de pelos já está ficando
Minha voz já está engrossando
Um homem já estou parecendo.

Quero ir as festas e poder paquerar
Quero de rostinho colado poder dançar
Quero as meninas poder namorar
Quero muitos beijos poder dar.


Quantas noites no meio do sono me vejo acordar
Assustado porque com elas vivo a sonhar
Como pode você de menino me chamar
Se como homem meu corpo começa a se mostrar.

Pai sei que você me entende
somente num pequeno olhar.
Pai sei que você me entende
e que não preciso muito falar.

Num dos meus sonhos  me contaram que
"- Tem muitos anjos disfarçados de pessoas na Terra
e eu descobri que meu pai era um deles."
Existe coisa mais feliz do que
ter um pai como seu anjo da guarda?

Rene Santos
29a. Edição Musical
27a Edição Conto/história

Projeto Bloinquês


Imagens retiradas da NET

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

"Queria dar o mundo"


Te dou meu corpo
Até o amanhecer
Para te dar prazer.


Te dou um beijo
Cheio de carinho
Para te acordar.


Te dou um abraço
Bem apertado
Para te acalmar.

Te dou uma flor
Tirada do jardim
Para te perfumar.


Te dou meu amor
Cheio de paixão
Para te alimentar.

Te dou minha vida
Que  é só sua
Para te realizar.

Te dou o meu coração...
queria dar o mundo.

Rene Santos


56a. Edição Projeto OUAT
(Imagens retiradas da NET)

"Nunca é tarde para recomeçar"


Vivemos imensamente quando jovens, cheios de disposição e energia e, certos de que sabemos tudo. Somos donos da verdade. Ainda jovens iniciamos a nossa jornada de trabalho e estudo na busca de uma condição melhor de vida, grandes conquistas e desafios, mas o tempo vai passando e as decisões e os novos caminhos que seguimos nem sempre nos levam ao que esperávamos. Entre erros e acertos, tristezas e felicidades traçamos a nossa vida da melhor maneira.
Por condição natural da vida nos casamos, constituímos uma família, filhos, netos, sobrinhos, etc., e vamos em frente nessa caminhada.
Muitas vezes todo o sucesso que alcançamos ou até as perdas que temos não são suficientes para evitarmos o tempo e a esperada aposentadoria. Como empregado do setor privado só nos resta contentar com um salário de aposentado que não nos permite manter o mesmo padrão de vida o que nos leva a deixar de lado aquele sonho de descansar, viajar, diminuir o ritmo depois de tantos anos trabalhados.
Esquecendo o passado e agora amadurecidos, abrimos os olhos de verdade para a triste realidade de que temos que trabalhar para manter uma qualidade de vida.
Perto do fim, começamos a pensar no início, a pensar em recomeçar. Cheios de energia e esperança e reiniciamos a nossa luta só que com mais conhecimento, tranqüilidade e experiência profissional.
Na busca de novas conquistas e na realização de novos sonhos vislumbramos a carreira pública como a possibilidade de crescimento e estabilidade de emprego.
Hoje estou sentada nesta sala, escrevendo esta redação, competindo por uma vaga e certa de que “nunca é tarde para recomeçar”.

Rene Santos

56a. Edição Projeto OUAT

Imagens retiradas da NET 

"UMA GRANDE DOR"

Chego aflito ao hospital para encontrar o meu amor em tão grande desespero que, ao me ver, corre para os meus braços aos prantos não conseguindo uma palavra sequer falar.

Totalmente descontrolada começa a gritar tamanha é sua angústia o que me faz olhar bem firme para ela e tentar acalmá-la porque , no fundo, sabia que era tudo o que podia fazer naquele momento.

Seu irmão havia sofrido um grave acidente de moto e seu estado era gravíssimo, e os médicos já haviam avisado que as chances de sobreviver eram remotas. Caso sobrevivesse ficaria numa cama vegetando e essa situação traria sofrimento para todos.

Seu irmão era um rapaz forte e sempre ativo e como gostava de aventuras, de esportes radicais. Viver correndo e com a adrenalina pulsando nas veias era um prazer que não dispensava.
Quis o destino que fosse vítima desse acidente monstruoso que acabou tirando sua vida ainda tão jovem.

Abraçado ao meu amor tão indefesa, tão triste sentindo a dor por tão grande perda não sabia muito o que fazer. Sabia sim que o meu carinho e sentimento por ela era muito grande e sofria muito de vê-la assim, mas não podia demonstrar. Dei um beijo carinhoso em sua testa, segurei no seu queixo puxando ela para que me olhasse bem nos olhos e então disse:
- Meu amor seque suas lágrimas e respire fundo, pois tens que ter forças para confortar os seus pais, os seus familiares. Eles vão precisar muito de você e tenha certeza que não estarás sozinha porque estarei aqui sempre ao seu lado.

Rene Santos

56a. Edição Projeto OUAT
Frase de livro


(imagens getty imagens e NET)

"Qual carreira a seguir?


E agora, o que eu faço? Essa é uma pergunta que todos os jovens se fazem quando vem chegando o final do último ano do ensino médio. A eterna dúvida dos jovens não importando em que época estejam.

A angústia dos jovens aumenta quando se aproxima a data das inscrições no vestibular que não sabem qual carreira seguir - não há mais tempo para adiar a grande decisão. É agora que a questão mais importante da vida de muitos jovens na faixa de 18 anos deve ser enfrentada: que carreira profissional seguir? Para quem tem dúvidas, resta o consolo de saber que não está sozinho. Segundo pesquisa do IBGE somente um percentual pequeno dos estudantes brasileiros que prestam a temida prova têm certeza de que curso querem fazer. E não é só isso. Depois que entram na faculdade, muitos vitoriosos descobrem que a escolha não foi a mais acertada. Muitos desistem do curso no primeiro ano. Segundo a psicóloga Rosane Levenfus muitos dos desiludidos fazem o caminho de volta para os cursinhos.

A escolha é realmente difícil. São milhares de profissões de nível superior, distribuídas por várias instituições. É a primeira escolha que um jovem tem que fazer sozinho e ele se defronta com aspectos práticos da vida, como os interesses e gostos pessoais, as habilidades manuais, o mercado de trabalho, as informações sobre os cursos e profissões. De outro, encontra-se diante de algo impossível de ser aferido objetivamente, como a pressão da família e dos amigos, a moda, os sonhos, as esperanças e as fantasias. Não é apenas a escolha de uma profissão , mas sim a escolha de um estilo de vida.

Quis colocar todas essas informações, ansiedades, dúvidas e dificuldades que os jovens passam, pois já vivi essa etapa e por mais que achasse que tinha feito a escolha certa, mutas coisas surgiram no decorrer da minha  vida que fizeram com que eu mudasse a trajetória.

Logo que terminei o ensino médio optei por tentar o vestibular para medicina e fiquei na esperança de passar durante dois sem conseguir ser classificada. Desanimada resolvi dar um tempo e me dediquei a concluir o curso de inglês.

Depois de dois anos enfrentei novamente o vestibular para a área de Biologia e para felicidade de todos consegui a tão sonhada vaga na Faculdade. Foi a realização de um sonho e segui em frente, trabalhando durante o dia e cursando a faculdade a noite. No último ano de faculdade já estava casada e exatamente no período da formatura descobri que estava grávida o que fez com que pegasse o diploma e deixasse na gaveta por dois anos.

Depois desses dois anos, apesar de precisar e ter muita vontade de exercer a minha profissão, existiam fatores que tinham que ser considerados como um lar e uma família para cuidar e o custo benefício pesando se  valeria a pena me ausentar de casa. Resumindo a história me formei em Biologia e a vida me levou a trabalhar com Telecomunicações onde hoje sou uma especialista. Foi dessa profissão que consegui construir um pequeno patrimônio e fui crescendo profissionalmente, sendo reconhecida e respeitada. Uma área que vem crescendo muito e cada vez com novas tecnologias.

Apesar dessa trajetória toda posso afirmar que tudo que foi feito, desde os cursos de vestibular, o inglês, a Faculdade de Biologia , a Profissão de Esposa e mãe, serviram como a válvula mestre para que obtivesse sucesso na área de telecomunicações e na minha vida profissional.

Desejo a todos os jovens de hoje que consigam fazer suas escolhas com o melhor dos critérios e não se desanimem caso, no meio do curso, sintam que não é aquilo que desejam, pois a vida nos reserva um tempo certo e o importante é você querer e nunca desistir.

Rene Santos


11a. Edição @ E agora, o que  eu faço ?
Projeto How Deal


Imagens retiradas da Net
Pesquisa no Portal das Letras