domingo, 16 de janeiro de 2011

"UM AMOR À LONGA DISTÂNCIA "


Sou jornalista e trabalho, como colunista, numa revista produzindo textos semanais para a seção de atualidades. Passo a semana numa correria e sempre estou ligada na telinha do computador, seja para digitar uma matéria, para coletar mais informações, estar sempre com material de assuntos do momento, bem diferentes e de interesse do leitor.

Como sempre estou ligada ao mundo virtual e faço várias amizades e foi onde descobri um outro mundo onde não existe o toque, o cheiro , mas transborda em emoções que me fez sentir a vida num mundo real.

Foi numa dessas amizades que conheci o Eduardo por quem nutri um carinho especial. Desfrutamos de um encanto, uma magia e posso até dizer que estamos apaixonados, estamos vivendo um amor virtual. Cada um tem a sua vida, seu trabalho, suas aspirações e, por maior que seja esse amor ainda não nos conhecemos porque moramos em países diferentes. Ele está no Canadá e eu estou no Brasil e sonhamos um dia em quebrar essa barreira que nos separa. Vivemos um amor à longa distância, um amor através da telinha e como é difícil entender, eu sinto falta sem ao menos conhecer.

Como não tenho muita folga para falar com ele aproveito sempre o intervalo do curso para matar as saudades. Normalmente freqüento uma lanchonete que fica em frente ao curso e tem umas mesinhas ao ar livre. Sempre acompanhada de meu computador, sento em uma das mesas, me conecto pelo celular, e tenho a felicidade por poucos minutos, de conversar com meu amor e fazer um lanchinho rápido.

A vida prepara várias armadilhas tendo sempre um ponto de interrogação na nossa frente e, saber as respostas, saber qual o melhor caminho, estar em saber conviver com nossas escolhas. Nós traçamos a nossa própria sorte e construímos o nosso destino.

Continuaremos firmes e fortes em manter esses momentos e esse sentimento sempre vivos entre nós. Superaremos todos os obstáculos lutando para que os nossos sonhos se tornem realidade, e que esse amor, essa força real ultrapasse as linhas do mundo virtual.

RSantos
63a. Edição Música
"Como é difícil entender, eu sinto falta sem ao menos conhecer.”
Imagem da Net

Um comentário:

  1. Hoje passei aqui para avisar que deixei um selinho no meu Blog para você, e minha forma de demostrar o imenso carinho que tenho por seu cantinho...
    http://palavraspelocaminho.blogspot.com/2011/01/selinho_17.html

    ResponderExcluir