sexta-feira, 22 de outubro de 2010

"AMOR PROIBIDO"


Amor perfeito
Meu coração encantou
Não vendo defeito
Mais do que depressa aceitou.

Amor de conto de fadas
Fez-me sentir uma princesa
Dançando todas as valsas
Tudo eram só alegria e beleza.

Num raio fulminante
O sonho acabou
Meu amor foi embora
Triste me deixou.

Amor ilegítimo
Cheio de paixão
Deixou no pecado
Uma alma sem razão.

Existe algo tão triste
Viver amor tão grande
Que não resiste
Por ser proibido?

RSantos
9a. Edição  Poemas
Projeto Bloínquês

(Imagem retirada da NET)

Um comentário:

  1. Triste e lindo poema...Quando chega ao fim é triste...beijos,lindo fds,chica

    ResponderExcluir