sexta-feira, 26 de novembro de 2010

"Então eu vou fazer isso sozinha?"


Na vida sem ninguém, sigo sozinha,
na esperança de que no caminho
encontre pessoas interessantes
me ensinando coisas diferentes.


Por entre o verde vejo uma estrada
acompanhando a linha do trem
seguindo uma trilha cercada
de trilhos de ferro sem fim.


Olhando esse caminho abandonado
escuto o barulho do trem
estremecendo a terra de ninguém
e sua sombra se aproximando.


Com os olhos vagos e perdidos
imagino a frente seguir viagem
e alheio aos meus sentidos
vejo meu sonho nessa miragem.


Vem chegando e penso alto:
- Então eu vou fazer isso sozinha?
Levanto os braços dando um salto
fazendo o trem frear como louco.


Entrando no vagão a minha frente
encontro senhores sentados
todos parecem estar contentes
e me alegro de seguir com essa gente.


Aonde iremos chegar?
Não me importa o que acontecerá
nem por onde essa viagem seguirá
e quando e onde vamos parar.


Sigo o caminho da vida
nos trilhos da esperança
de grande encontros e amores
que me embalam em seus corredores.


Sigo essa linda viagem
que transforma a minha vida
ensinando que amar é importante
e que essa realidade é linda.

RSantos


14a. Edição Poemas - Esperança
Projeto Bloínquês

 Repostagem
(Imagens retiradas da NET)


Nenhum comentário:

Postar um comentário