sexta-feira, 5 de novembro de 2010

"Eu vi meu rosto"




E quando olhei no espelho eu vi meu rosto e já não reconheci
Aquela mulher de pele lisa e com os traços da jovialidade
Aquela mulher alegre e cheia de vida que um dia fui
Aquela mulher cuja beleza era reflexo de sua felicidade.

E quando olhei no espelho eu vi no meu rosto as marcas do sofrimento
Vi um rosto cansado e abatido pelo desgaste da vida
Vi um rosto triste e amargurado pelos castigos que o coração aplica
Vi um rosto procurando encontrar um meio de voltar no tempo.

E quando olhei no espelho eu vi no meu rosto brotar um leve sorriso
Trazendo a esperança de um novo recomeço.

RSantos

41a. Edição Musical
Projeto Bloínquês


Imagens retiradas da NET

Nenhum comentário:

Postar um comentário